0

Os Principais Desafios da Transformação Digital

Estamos vivendo um mundo em profunda e rápida transformação. Nunca o consumidor esteve tão “empoderado” com a possibilidade de escolher e mudar de produtos e serviços através de apenas um clique e ao alcance da palma da mão. Neste novo mundo complexo e de mudanças aceleradas, a tecnologia tem um papel fundamental, trazendo mais dados, inteligência e processos robustos para melhor entender e atender ao cliente. E é através da Tecnologia que é possível propiciar às organizações que surfem a onda da Transformação Digital, colhendo seus benefícios de atrair novos e mais clientes, criar novos produtos e serviços, que resolvem novos problemas, além de viabilizar inovadores modelos de negócio.

Para que isso aconteça, porém, mais do que focar na tecnologia, é necessário focar nas pessoas. Esta cadeia (de valor) começa exatamente com o consumidor, e vem para as empresas através das equipes, seus colaboradores e lideranças. Este entendimento é importante para que estas organizações gerem um ambiente que viabilize a experimentação, a cooperação, a segurança psicológica, através de uma cultura colaborativa e uma mentalidade de crescimento, fazendo com que as pessoas e as empresas, aprendam, desaprendam e aprendam de novo continuamente. Esta capacidade de adaptação é um dos principais desafios da Transformação Digital nas organizações. Por isso, o papel das lideranças é absolutamente fundamental neste processo: o maior fator crítico. As lideranças precisam entender toda esta mudança, que parece ser simples (mas é complexa de se implantar), patrocinar, incentivar e, acima de tudo, dar o exemplo. O engajamento dos líderes e, consequentemente, das equipes é a principal força motriz desta transformação, a qual prefiro chamar de Transformação Ágil.

A Transformação Ágil, por sua vez, é a principal mola habilitadora para que a organização construa e consolide os alicerces para a criação de um modelo de gestão moderno e um ambiente de colaboração, aprendizagem e inovação. Com este ambiente habilitado e as pessoas capacitadas, a tecnologia funciona como ferramenta para contribuir no encantamento do cliente, realizando, assim, a tão desejada Transformação Digital.

Então, resumindo, falamos de pessoas e liderança e a importância de se construir, portanto, uma cultura de colaboração e inovação. A tecnologia vem a reboque e pode, assim, ser melhor aplicada para oferecer soluções que efetivamente atendem e resolvem o problema dos clientes.

Um abraço e até a próxima!

Cláudio Barizon

Please follow and like us:
error

Cláudio Barizon

Cláudio Barizon é empreendedor, gestor e consultor em Gestão Ágil e tem mais de 30 anos de experiência em Tecnologia da Informação, com formação pela PUC-RJ, MBA pelo IBMEC e MBI em Gestão Estratégica de TI pelo NCE/UFRJ. Entusiasta das metodologias ágeis, levou estas práticas ao Jornal O Globo no início do movimento ágil e, depois, como um dos sócios da ViaDigital, implantou diversos projetos transformacionais. Juntou-se ao programa olímpico, como o líder de TI da empresa gerenciadora, no apoio ao gerenciamento da construção das arenas esportivas para as Olimpíadas Rio 2016. Deste projeto, e buscando endereçar muitos dos problemas vivenciados até então, nasceu a ideia de criação da startup Zehnk. Barizon é também autor do livro Transformação Ágil. Atualmente presta consultorias, através da BizAgility Consultoria e Gestão Ágil, para implantação de práticas ágeis em empresas que buscam surfar a onda da Transformação Digital.

Deixe uma resposta